Meditando quatro dias e quatro noites no texto de Josué 1:1-9, O Senhor pôs em meu coração uma Mensagem que, creio eu, será de grande ajuda para todos aqueles que almejam ser um verdadeiro Conquistador.

OS 5 SEGREDOS DE UM VERDADEIRO CONQUISTADOR

Nesse texto em supra há 5 Segredos que poderão mudar o curso da sua vida cristã. Ao lê-lo durante aqueles dias de viagem, no camarote do barco Almirante Moreira VI, subindo o extenso rio madeira, no coração da Amazônia, fui profundamente tocado pelo Espírito Santo que ministrou as seguintes palavras no meu coração: "Escreve o que te mostrarei neste texto de Josué 1:1-9". 

Então, conforme Ele ia me orientado o que escrever, fui escrevendo um a um dos segredos contidos no texto. As palavras fluíam do meu interior como a água jorra da fonte cristalina. Era uma inspiração sobrenatural que estava sobre mim. Durante os quatro longos dias em que viajei atravessando a floresta da Amazônia, subindo o imenso Rio Madeira em direção a cidade de Porto Velho, estive literalmente sob a Mão Onipotente de Deus; quanto mais eu escrevia, mais eu tinha vontade de escrever! 

Amado irmão, sei que Deus mudará a sua vida, pois, as palavras contidas nesta simples opúsculo foram outorgadas a mim pelo próprio Espírito de Deus. Portanto, permita que "Os 5 segredos de um Verdadeiro conquistador" penetre em seu coração assim como o sal penetra no alimento conservando-o e dando-lhe sabor. Se queres experimentar uma vida de vitória permanente sobre as tuas dificuldades, e sobre Satanás, o nosso, Arqui-inimigo, então ponha em prática esses cinco segredos contidos em Josué 1:1-9. 

"...Levanta-te..."

"...Levanta-te...", era a ordem de Deus para Josué. Mas levantar-se para que? Para conquistar. O Senhor estava levantando o seu servo Josué para grandes conquistas. Diz o texto sagrado: "... Passa este Jordão, tu e todo este povo à terra que eu dou aos filhos de Israel" (Js.1:2). Que terra? A terra que Josué iria conquistar por meio de acirradas batalhas. Deus disse para que o seu servo levantar-se, mas também lhe deu promessas: "Todo lugar que pisar a planta do vosso pé vó-lo tenho dado...Não te deixarei nem te desampararei" (Js.1:3). Este é o Senhor Adonay-Nissi, o Deus das Batalhas e das vitórias! Ele nos exorta a levantarmos para a guerra e nos dar a garantia de que estará conosco da mesma maneira que esteve com o seu servo Josué. Leia os primeiros 12 capítulos de Josué e veja as grandes conquistas efetuadas pelo Senhor usando o seu servo. Ele deu o primeiro passo: Levantou-se e Deus o usou!

"...Esforça-te..."

Todos os chamados a conquistar devem também esforçar-se: sem esforço não há conquista, pois todo soldado valente precisa empenhar-se no seu campo de batalha. Quando o Senhor chamou Josué para conquistar, ele fez questão de enfatizar: "Esforça-te..." Mas esforça-te para que ? Diz o texto sagrado: "...Porque tu farás a este povo herdar a terra que jurei a seus pais lhes daria" (Js.1:6). Que responsabilidade! Deus estava delegando autoridade para Josué comandar o povo até a terra da promessa, e isso exigia muito esforço por parte do servo do Senhor. Não foi à toa que a primeira cidade a ser conquistada por esse valente homem de Deus foi Jericó. Conquistar essa cidade exigiu fé e esforço por parte de Josué. Imagine, a fortaleza mais poderosa e invencível daquela época era Jericó e ninguém ousava desafia-la e confrontá-la; da mesma maneira hoje, nenhuma nação se atreve a desafiar e confrontar os Estados Unidos, exceto o louco do Osama Bin Laden! Mas Josué não era louco, pois estava sob o comando do Senhor das batalhas e das vitórias: "O Senhor é VARÃO DE GUERRA; o Senhor é o seu Nome" (Ex.15:3).

O esforço, esse segundo passo, é requisito necessário na vida de todo valente de Deus. O Senhor não pode entregar grandes conquistas para quem não se esforça nas batalhas: "Não podemos dá moleza na presença do Senhor das batalhas; ele não entre numa batalha com frouxos". Os Generais que deixaram os seus nomes registrados nos anais da historio, contaram com os esforços dos seus soldados para vencerem as batalhas que travaram contra os seus inimigos. O nosso Grande e poderoso General, o Senhor Adonay-Nissi, também conta com o nosso esforço nas batalhas! 

"...Tem bom Ânimo..."

Conversando certa ocasião com um Doutor, ele disse-me: "Uma pessoa desanimada vive apenas com 50% da sua força; a maioria dos pacientes que entram em óbitos nos hospitais são aqueles que viviam desanimados". Mas encontrapartida, um paciente com bom ânimo tem 80% de chance de ser restaurado! Isto é um fato constatado pela própria medicina. Não foi por acaso que Deus disse para Josué: "Tem bom ânimo". O Senhor sabe que um soldado animado, ou com "bom ânimo" pode fazer muito no campo de batalha. As Guerras vencidas por Napoleão Bonaparte foram em função das palavras de ânimo que ele falava aos seus soldados antes que eles fossem ao campo de batalha. Portanto, ouçamos as palavras do Senhor para que vençamos as batalhas que estão a nossa espera (Leia. Js. 1:7). 

Observemos que, o Senhor estava falando a Josué para que ele tivesse bom ânimo para obedecer a sua Palavra Viva e Poderosa. Se não obedecermos esta Palavra não teremos forças suficiente para vencermos e conquistamos as batalhas que estão a nossa frente. Os soldados de Napoleão ficavam atentos para as palavras que o general francês lhes falava; nós também precisamos ficar atentos para as Palavras do nosso Grande e poderoso General que se encontram nas Escrituras, a Bíblia. Esse terceiro passo é de suma importância ? Obedeça a Palavra de Deus! 

"...Medita..."

Neste quarto passo, Deus estava revelando para Josué o segredo de uma vida vitoriosa: "Não se aparte da tua boca o livro deste lei, antes "MEDITA" nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e tão prudentemente te conduzirás" (Js.1:8). Eis o segredo do sucesso! Meditar na santa e poderosa Palavra de Deus! Por que Josué precisava meditar Nela de dia e de noite? Diz o texto sagrado: "...Para que tenhas o cuidado de fazer conforme tudo quanto nele está escrito..." . É este o propósito principal da meditação nos textos sagrados. Para que Josué obedecesse a Deus em tudo, era necessário que ele praticasse a arte da meditação todos os dias e todas as noites. Mas o que significa meditar? Meditar é um verbo que vem do hebraico "Hagab" que significa ler silenciosamente, ou falar consigo mesmo internamente, à medida que se pensa. Portanto, meditar na palavra é tê-la no coração e falar em silêncio, isto é, consigo próprio os textos sagrados. Em Deuteronômio está Escrito: "E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração...e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho e deitando e levantando-se" (6:6,7). 

Isto é meditar na palavra de Deus. Meditar também abrange refletir sobre a Palavra e caminhos de Deus, e aplicá-los a cada aspecto de nossa vida (Sl.1:2; 63:6;77:12). Sumarizando, meditar nas Escrituras tem haver com memorizar os textos sagrados e refletir sobre eles aplicando-os em todas as áreas de nossa vida cotidiana. Quando o Senhor disse para Josué meditar na Palavra, ele queria que o seu servo tivesse uma vida comprometida com a sua Palavra, porque este é o segredo de um verdadeiro conquistador. Será que Josué pôs em pratica este princípio em sua vida? Se lermos cuidadosamente os primeiros 12 capítulos do seu livro veremos que ele foi um homem comprometido com a palavra viva de Deus. Não é à-toa que está escrito a seu respeito (Leia. Js.4:14;11:16). 

"...Não pasmes..."

O Senhor das batalhas outorga o último segredo de um verdadeiro conquistador: "...não pasmes...". O que Deus estava querendo dizer a Josué? O Senhor estava dizendo para Josué não ser covarde, não temer e nem se espantar diante de seus futuros inimigos, porque nenhum deles iria prevalecer contra ele. Como garantia disso o Senhor lhe deu a seguinte promessa: "....o Senhor teu Deus é contigo por onde quer que andares" (Js.1:9). Que promessa extraordinária! O próprio Senhor se comprometeu de estar com Josué por onde quer que ele fosse. E de fato, aconteceu como Adonay-Nissi lhe falara e prometera: "Nenhum dos inimigos de Josué conseguiu resisti-lo porque o Senhor esteve com o seu servo em todas as batalhas". Quando chegou no final de sua vida ele havia derrotado 31 reis em longas e acirradas batalhas. O capítulo 12:7-24 de seu Livro é a sala de troféus que esse homem de Deus conquistou no decorrer do seu ministério! 

Se seguirmos fielmente os mesmos passos de Josué, certamente, o Senhor dos Exércitos nos acumulará de Grandes Vitórias e na sala de nossa experiências colecionaremos muitos Troféus!